SAPO Codebits 2009 – Reviewed 4


Nos dias 3, 4 e 5 de Dezembro realizou-se o SAPO Codebits 2009, depois de ter estado presente na edição de 2008 posso dizer que este ano quase tudo esteve melhor que o ano passado e que excedeu completamente as minhas expectativas.

Foi sem dúvida uma excelente experiência, não só pelo evento em si mas por outros factores que existiram devido ao evento. A partida do Porto deu-se dia 3 de Dezembro da FEUP (Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto) na companhia de cerca de 30 estudantes do MIEIC (Mestrado Integrado em Engenharia Informática e Computação), que mostraram ser uma excelente companhia, sempre com boa disposição e simpatia.

SAPO Codebits 2009 Logo

Chegando ao local do evento, este ano foi escolhida a Cordoaria Nacional junto ao Tejo, o “check in” foi super rápido e as meninas que o fizeram foram muito simpáticas situaram-me logo no edifício e indicaram o que existia e onde se encontrava.

Passados uns minutos já estava eu sentado numa mesa a ver os brindes que os patrocinadores tinham oferecido.

Uma bolsa de transporte para laptops oficial SAPO Codebits, uma USB Lamp oferecida pela Microsoft, equipamento para dormir mais descansado da PT Inovação (venda para os olhos, tampões para os ouvidos, umas meias e ainda uma escova e pasta para lavar os dentes), adorei também a ideia de entregarem uma folha com badges, tendo já quitado o meu computador portátil com alguns… Ri-me quando vi que tinham entregue um read-me impresso que por acaso foi muito útil, e as tshirts este ano estão fantásticas.

SAPO Codebits 2009 Entrance

Depois de uma volta pelo recinto gostei do que vi, as instalações estavam bem melhores este ano, a área para descanso estava muito bem conseguida, havia muito espaço, não faltavam mesas, nem beanbags, havia mais alternativas à pizza, muitas bebidas, notou-se um grande esforço por parte da organização para atender às queixas do ano anterior relativamente ao espaço e às refeições.

Este ano também não notei a confusão do ano passado nas horas das refeições, não tendo esperado mais do que 3/4min para ter o que queria nas horas de mais movimento.

Talks

SAPO Codebits Main Stage

Dia 1

Pelas 14h começaram as talks e para esta hora eu escolhi Think before you develop! — Kai Seidler

O Kai Seidler nesta talk esteve a analisar várias arquitecturas de servidor, e web services em geral, mostrou também os prós e os contra de linguagens de WebDevelopment como PHP, Python, JavaScript, ASP.NET, Perl, etc. bem como de vários SGBD’s como MySQL, SQLite e Oracle. No fim abordou vertical e horizontal scaling.

Foi uma talk muito inconstante pois o orador esteve muito nervoso, esteve com vários problemas no remote control, mas na minha opinião conseguiu transmitir bem a mensagem e pegou bem nos tópicos que se propôs abordar.

Info Oficial: http://codebits.eu/intra/s/session/82

Ás 15h assisti a HTML5 JavaScript APIs — Remy Sharp

O Remy Sharp conseguiu interagir muito bem com o público criando uma boa dinâmica, abordou o tema de uma forma muito inteligente e divertida.

A nova especificação do HTML tinha sido um assunto que até então não me tinha despertado grande curiosidade, mas com esta talk fiquei mesmo interessado em analisar mais a fundo as novidades desta especificação pois pareceu-me que vai trazer muito de bom à internet e aos WebDevelopers.

Info Oficial: http://codebits.eu/intra/s/session/60

Pelas 16h deixei o Main Stage para assistir no Stage 2 a Introducing Ajax.org Platform 3.0 — Mike de Boer que foi sem dúvida a única talk que não gostei de facto. Pareceu-me pouco preparada. Não consegui ficar até ao fim, depois de uns 20min sem ter dito basicamente nada, desisti e fui-me embora.

Info Oficial: http://codebits.eu/intra/s/session/84

Ás 17h voltei para o Main Stage para assistir a uma das melhores talks a abordar JavaScript OOP, JavaScript: From Birth to Closure — Robert Nyman

Adorei esta talk, super organizada, muito divertida, com conteúdo que notei a maioria das pessoas não ter conhecimento tendo estado super atentas ao que o orador estava a referir, e muito bem explicada com exemplos caricatos com o Ben Afflleck.

Quem segue o meu blog sabe que já escrevi sobre este assunto e que tenho uma grande paixão por JavaScript (post 1, post 2).

Info Oficial: http://codebits.eu/intra/s/session/87

Ás 18h mudei-me novamente para o Stage 2 onde um aluno da FEUP, Diogo Junior, ia dar uma talk sobre Programar para Android — Diogo Dias Júnior

Achei que o Diogo esteve muito bem na sua talk deixando “água na boca” do público o que levou a uma enchente de programas para plataformas móveis Android como projectos do concurso de programação! Parabéns ao Diogo.

Podem ver o vídeo da talk no link que segue abaixo.

Info Oficial: http://codebits.eu/intra/s/session/76

Para terminar as talks no primeiro dia assisti à apresentação da Widget Platform – tear the Web apart and assemble the pieces together — José Rodrigues da Mata Fernandes

A apresentação em si não foi nada de mais no entanto achei interessante a widget platform da SAPO, não por ser algo de inovador, que não é, mas pela feature que é em si.

Info Oficial: http://codebits.eu/intra/s/session/81

O resto da noite foi passada a ver os stands dos parceiros do Codebits a ver o que tinham para mostrar, tive também a oportunidade de falar com o Mitch Altman, que me reconheceu da edição do ano passado sem eu ter ido falar com ele até, espantoso! Tive também a oportunidade de conviver com conhecidos da comunidade Portugal-a-Programar.

No fim da noite no Codebits pernoitei no Lisbon Lounge Hostel, uma nova experiência pois nunca tinha ficado alojado num estabelecimento do género. Mas antes a viagem foi feita de eléctrico, ao tempo que já não andava de eléctrico, e claro o pessoal da FEUP conseguiu tornar aquilo hora de ponta pois o eléctrico ia completamente cheio! E fomos desde o Hospital Egas Moniz até à Rua Augusta em que nos aventuramos na procura do Lisbon Lounge Hostel que em 30 pessoas nenhuma se lembrou de ver qual a rua ao certo, nem qual o percurso desde o eléctrico. Mas lá conseguimos chegar inteiros…

Rua Augusta

Relativamente ao Lisbon Lounge Hostel, bem, adorei o conceito! Um ambiente muito relaxado, o pessoal “à vontade” como se estivesse em casa, tudo muito simples, mas bem organizado e asseado. Aqui tive a sorte de encontrar um casal Australiano que estava a visitar a Europa, muito simpáticos, e que me contaram um pouco da viagem. Achei muito porreiro os quartos serem mistos e ninguém ter problemas com a situação.

Dia 2

Depois de uma noite bem dormida, de um pequeno almoço que não foi pizza nem chocolates e de volta ao Codebits comecei as talks com o Mitch Altman às 10h, Make A Living Doing What You Love: How to Bring Your Project From Idea To Reality — Mitch Altman.

Uma excelente talk abordando todo um processo, uma história de vida que permitiu tirar vários ensinamentos e várias lições para o presente e o futuro e toda a talk baseou-se em algo que hoje em dia é complicado para muitas pessoas, que tal como o título da talk diz, viver uma vida fazendo o que amamos! Simplesmente fantástica!

Info Oficial: http://codebits.eu/intra/s/session/95

Como o Brian LeRoux não apareceu para a talk das 11h apenas às 12h voltei a assistir uma talk: Crash Course in Brain Surgery — Bruno Morisson.

Mas wtf? Brain Surgery? Que raio tem isso a ver com o Codebits? Bem, Brain Surgery que significa Brain -> Aplicação,  Surgery -> Segurança. Esta foi uma talk sobre um tema que não se vê muito no Codebits, a segurança, fala-se muito de aplicações web mas falha-se a parte da segurança que é, no caso do WebDevelopment, um ponto essencial.

Esta talk foi muito descritiva, nomeou várias flaws, vários métodos de explorar vulnerabilidades e seus tipos, e depois focou-se mais em alguns aspectos. Não foi uma talk que me trouxe muito de novo mas uma talk que deu para relembrar alguns pontos que já não estudava há algum tempo como Business Logic Flaws, pois XSS, SQL Injection, Code Injection, Privilege Escalation, etc. são temas com que trabalho no dia-a-dia.

Só tenho uma coisa a apontar ao Bruno, ele disse demasiadas vezes “Eu não sou developer por isso não sei x, y ou z” acho que se desculpou demasiado, mas são pontos de vista e modos de estar em público, cada um tem o seu obviamente.

Info Oficial: http://codebits.eu/intra/s/session/70

Mais tarde assisti a uma talk do José Castro relativamente às entrevistas de emprego na SAPO, foi uma talk muito interessante que me mostraram uma realidade com a qual nunca me tinha deparado pessoalmente e que me fez bem ganhar um pouco de consciência acerca do assunto. Gostei muito.

O resto do dia foi passado a ajudar em programas, a conhecer pessoas, e a tentar trazer um beanbag para casa, posso dizer que hoje escrevo este post em cima de um beanbag com a etiqueta do codebits e a condizer com as cores do meu quarto.

SAPO Codebits

Com o fim da tarde a aproximar-se começou a chegar a hora da despedida e de ir para a Estação de Sta. Apolónia para voltar no Alfa Pendular das 20h30 para o Porto.

No entanto, assisti ainda a uma outra talk através do stream e participei na votação! Pelo que consegui perceber pelos comentários que vi no twitter acho que tive mais facilidade em votar estando em casa do que os participantes do Codebits que estavam no local…

A viagem de volta

Uma viagem que prometia um longo sono tornou-se numa viagem muito interessante e produtiva devido à companhia que tive. Ao meu lado um estranho meteu conversa por ver os meus apontamentos de álgebra e lá começamos a falar sobre, inicialmente, matemática, o ensino, os alunos de hoje e o insucesso escolar, pensei eu que seria um professor ligado à matemática, mas não era médico, a conversa passou também por xadrez, física quântica, a personalidade das pessoas, as forças dentro de cada um, psicologia, o ser humano, etc. um homem de uma cultura formidável. Esse senhor chama-se Rui Caldevilla. Foi uma óptima viagem de regresso.

O Beanbag

Eu não fiquei até ao ultimo dia, que era quando podíamos trazer embora os beanbag’s aka puff’s para casa. Durante a tarde do segundo dia insisti com a organização através do twitter, ou do blog do codebits, mas nada. No entanto parece que fui suficientemente chato, eu e mais uns colegas da FEUP, que durante a noite (em que eu já não estive), andou o José Castro à nossa procura para nos calar dando-nos os voucher para trazermos os beanbag’s, como já lá não estava o Tiago Boldt, fez-me o grande favor de me trazer um para mim.

SAPO Codebits Beanbag's

Conclusão

Este post foi escrito (editado) 5 dias depois do meu ultimo dia no Codebits com um significado muito simples, foi um evento 5 estrelas.

O SAPO Codebits 2009 foi sem dúvida uma óptima experiência, e venha a edição 2010, cá espero por ela!

Fotos Retiradas de http://www.flickr.com/photos/tags/codebits


Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

4 thoughts on “SAPO Codebits 2009 – Reviewed